top of page

O Valor das Pequenas Coisas

Por: Wilson Albino Pereira


Graças ao autoexame, Stefane Dias Cordeiro Lima, 31 anos, descobriu nódulos no seio esquerdo. “Notei algo muito estranho, afirma. “Primeiro fui ao clínico geral, que solicitou uma ultrassonografia. Depois fui encaminhada ao mastologista, que solicitou uma biópsia (que só foi feita porque tive ajuda, já que o exame custa mais de R$800,00). revela.

Stefane se desesperou com o resultado: era câncer. “Tive medo de morrer sem conseguir realizar a cirurgia. Mas a soma de todos os medos não chegou nem perto do medo que tive de não concluir minha maior missão: terminar de criar meu único filho”, declara.

Da descoberta dos nódulos à realização da cirurgia, passaram-se seis meses. Em 2021 ela não recebeu dinheiro do trabalho porque “está afastada” pelo INSS. Como estava exercendo a profissão de cuidadora de idosos havia apenas 90 dias, ela não foi segurada pelo INSS. Como consta no sistema que Stefane está com a carteira assinada, teve o auxílio emergencial negado. “Estou em tratamento e não tenho dinheiro nem para passagem.

Quando perguntada sobre o que mudou em sua vida com o diagnostico, Stefane é direta: “TU-DO”, declara. “Antes pensava em melhorar de vida etc. Agora, valorizo as pequenas coisas como, curtir a família, ter paz para orar e agradecer pelas conquistas como, por exemplo, a cura de minha mãe (D. Vilma) que também enfrentou o câncer no seio esquerdo. Ela venceu e com a ajuda de todos, vou vencer também”.

Por favor, quem puder colaborar com qualquer quantia, o Pix da Stefane é CPF 10401649601. Juntos podemos vencer qualquer dificuldade.


27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page